Como é estudar Medicina na Faculdades Pequeno Príncipe?

Como é estudar Medicina na Faculdades Pequeno Príncipe?

Estudar Medicina na Faculdades Pequeno Príncipe é a chance de alcançar os seus objetivos profissionais, com metodologias inovadoras de aprendizagem e um corpo docente que te apoia. Por isso, se você está pesquisando diferentes instituições de ensino, vale conferir a estrutura da faculdade.

Além disso, conhecer a experiência de ex-alunos pode te ajudar a perceber se este é o local certo para você. Então, veja os depoimentos de Julia Laurentino Silveira e Eduardo Bilaqui Zukovski, dois médicos egressos da FPP!

Conheça Julia Laurentino Silveira, egressa do curso de Medicina

julia-laurentino-silveira

Julia Laurentino Silveira tem 25 anos, estudou Medicina e Residência em Medicina da Família e Comunidade na FPP e hoje trabalha como médica de família e comunidade. Ela finalizou a graduação no final de 2020, sendo parte da segunda turma do curso na faculdade. Já a residência finalizou há pouco tempo, no final de fevereiro de 2023.

Ela conta que decidiu ser médica no final do Ensino Fundamental, após desistir do sonho de ser bailarina. “Eu acho que eu não sabia muito bem o que era ser médica, até porque eu era muito nova, mas a ideia de cuidar das pessoas me parecia um bom caminho”, ela explica. Desde então, manteve-se firme na decisão.

Era uma jovem de 17 anos quando entrou na faculdade, então, não tinha muita experiência com diferentes metodologias de ensino, mas se encontrou no jeito ativo de ensinar da FPP. “Eu nem sabia o que que era uma metodologia ativa, muito menos que gera PBL [Aprendizagem Baseada em Problemas], mas pude perceber depois de poucos dias de faculdade, que o método fazia todo sentido e eu me encaixei com bastante facilidade. Eu sentia que tinha nascido para estudar desta forma”, ela conta.

A Aprendizagem Baseada em Problemas é uma das metodologias ativas de ensino-aprendizagem utilizadas pela FPP, para promover uma construção de conhecimento protagonista pelo estudante. Sendo assim, no curso de Medicina os estudantes precisam resolver problemas da vida real desde os primeiros períodos do curso.

Quando Julia chegou ao internato, encontrou o seu propósito, de trabalhar com Medicina da Família e Comunidade. Desde os primeiros períodos do curso, teve experiências na atenção primária em saúde e, nos últimos anos do curso, percebeu que era exatamente o que queria fazer da vida. Esta era a sua verdadeira vocação.

Por isso, escolheu fazer residência médica na área.

“E os dias como residente não foram sempre fáceis, mas eu ouso dizer que essa foi a época mais feliz da minha vida. Sinto que estudar na Faculdades Pequeno Príncipe tem muitos pontos fortes. A metodologia de ensino forma profissionais capazes de buscar por conta própria conhecimentos de maneira eficaz. Também pela responsabilidade do estudante pelo processo de aprendizagem. Isso é muito importante, até porque o estudante tem que ser protagonista desse processo. Percebi isso porque os professores mais incríveis que já tive não foram os que me deram de bandeja as informações que me eram necessárias, mas sim aqueles que instigaram a minha curiosidade através das perguntas certas”.

Após a formação, a inserção no mercado de trabalho aconteceu de forma natural, por meio de conexões que fez durante a graduação. Hoje, trabalha em uma clínica especializada em Medicina da Família e Comunidade e está iniciando a jornada como preceptora na FPP, ao mesmo tempo em que faz o mestrado em Ensino em Saúde na instituição.

Conheça Eduardo Bilaqui Zukovski, egresso de Medicina na FPP

Eduardo Bilaqui Zukovski tem 25 anos, é formado em Medicina pela FPP e, atualmente, faz residência em Radiologia e Diagnóstico de Imagem no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ele também é egresso da segunda turma do curso na faculdade.

Como seus pais também são médicos, foi despertando o interesse na área desde a adolescência. Aos 16 anos, decidiu fazer o curso e se dedicou muito para passar no vestibular já no terceiro ano do Ensino Médio.

Ao entrar na FPP, já notou que o curso o desafiaria muito a buscar ativamente o seu conhecimento. “O Problem-Based Learning foi bastante desafiador no começo, que é uma metodologia ativa de aprendizado. A gente fica com bastante medo de não dar conta, de não entender muito bem como funciona. Mas eu vi que lado bom é que a gente aprende bastante a resolver nossos problemas de maneira individual desde o começo da faculdade. Então, acaba que pra vida você leva muita coisa desse método ativo para resolver os seus problemas, para saber lidar com as situações que você vai encarar”, ele conta. Eduardo acredita que o método de ensino da FPP ajuda a preparar para a vida profissional e para os desafios que serão enfrentados.

Quanto ao convívio com colegas, menciona que o ambiente era muito tranquilo. Davam risadas e se divertiam nas horas voltadas para isso. Tem memórias muito boas e muita saudade desse período, em que conheceu pessoas marcantes e participou de outras atividades na faculdade, como a Atlética, em que jogava tênis.

Após a graduação, relata que é normal sentir medo, mas aos pouquinhos, as coisas vão dando certo. Eduardo optou pela residência em Radiologia no Hospital Sírio Libanês e percebe que se trata de um mercado promissor, principalmente, com a chegada da inteligência artificial.

“A Medicina, para mim, representa uma paixão. Eu sou muito feliz com o que faço, graças a Deus, e o que eu tento fazer é sempre melhor. O começo é difícil mesmo, a gente vai errar, passar por momentos complicados, mas tende a ir melhorando com o tempo. A experiência é um fator muito importante, na Medicina e em todas as áreas. A gente vai adquirindo com o passar dos anos”, o residente relata.

Para ajudar estudantes a se desenvolverem na Radiologia, Eduardo e um colega da residência desenvolveram o “Deu Laudo”, uma página no Instagram. “Eu acho que a Radiologia é uma dificuldade que a maioria das pessoas tem na graduação, até porque a gente não tem muito contato. Então, a gente criou o Instagram com o objetivo de simplificar, para que a gente possa atingir mais pessoas, para que a gente possa ajudar desde o primeiro período, até o médico recém formado, até o já radiologista. Para que todo mundo possa aprender e possa crescer junto”, explica Eduardo.

Se inspirou com a história dos nossos egressos e também deseja construir a sua na Medicina? Então, conheça a graduação na FPP e se prepare para o vestibular!

Confira os nossos processos seletivos

A Faculdades Pequeno Príncipe realiza processos seletivos duas vezes por ano. Para cursar Medicina, continue acompanhando os nossos conteúdos e, em breve, abriremos inscrições para o próximo vestibular.

A FPP é referência no ensino em saúde, investindo em corpo docente qualificado e metodologias ativas de ensino-aprendizagem, que colocam o estudante em situações reais desde o primeiro período.

Saiba mais sobre o curso de Medicina!

Temos bolsas de estudo de até 100% pelo ProUni

Utilize o FIES ou bancos parceiros para financiar seu curso ou conheça o programa de bolsas e descontos da FPP.

#souFPP

COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE

A FPP é a unidade educacional do Complexo Pequeno Príncipe, e tem papel estratégico em todas as ações desenvolvidas no Hospital e no Instituto de Pesquisa. Há quase um século, o Hospital Pequeno Príncipe é referência no atendimento a crianças e adolescentes de todo país.

+100

Anos do Hospital Pequeno Príncipe

+20

Anos da Faculdade Pequeno Príncipe

+140

Cursos e serviços ofertados todos os anos.

Conheça a infraestrutura da Faculdade Pequeno Príncipe

Localizada no Centro de Curitiba, em uma região tranquila e de fácil acesso, a Faculdades Pequeno Príncipe concentra suas atividades em 7 blocos com uma estrutura pensada e construída com o objetivo de estimular a atividade e a criatividade intelectual dos acadêmicos. Contribuindo assim para uma formação profissional baseada em conceitos teóricos e práticos, uma vez que as aulas desenvolvidas nesses locais propiciam aos acadêmicos a vivência prática do conteúdo abordado nas disciplinas.

  • Centro de Convivência e Alimentação
  • Biblioteca
  • Laboratórios multidisciplinares
  • Equipamentos e simuladores de última geração

Últimas Notícias

Faculdades Pequeno Príncipe Inaugura Centro de Convivência e Alimentação com Restaurante Escola

Faculdades Pequeno Príncipe Inaugura Centro de Convivência e Alimentação com Restaurante Escola

Alunas da FPP se destacam em publicação de Oncologia

Alunas da FPP se destacam em publicação de Oncologia

A caminho da erradicação da tuberculose: Seminário promove debate sobre perspectivas da doença

A caminho da erradicação da tuberculose: Seminário promove debate sobre perspectivas da doença


Estamos On-line +55 41 9585-0084